Entendendo suas emoções e melhorando a qualidade de vida

Como estão as suas emoções atualmente? Essa pergunta parece simples e despretensiosa, contudo, ao pararmos para avaliar nossa rotina diária, podemos perceber o quanto atitudes básicas podem e conseguem melhorar a nossa qualidade de vida.

E, como enfermeira há mais de 20 anos, não me refiro apenas à lavagem de mãos, alimentação balanceada ou condições adequadas de higiene pessoal e do ambiente e, sim, a questões relacionadas ao controle dos nossos sentimentos. As emoções conseguem influenciar o sistema imunológico com consequências  no estado físico também. O emocional mais abalado pode diminuir a imunidade e, assim, algumas pessoas tornam-se mais vulneráveis a determinadas doenças.

A mente está ligada, e atuando em conjunto com nosso corpo, durante 24 horas por dia, ininterruptamente. Sim, somos uma máquina perfeita, porém com o componente que apenas seres vivos possuem – emoções. E nem sempre é possível controlar tudo o que ocorre em nossa volta. Trabalho, família, estudos, afazeres domésticos, tantas funções… Todavia, entendendo que a saúde mental regula muitos dos nossos hormônios e o funcionamento do organismo, algumas atitudes simples contribuem bastante para permanecermos cada vez mais em harmonia com o estado imunológico.

Sabemos que as habilidades técnicas são essenciais para o desenvolvimento de tarefas específicas, entretanto, inclusive na vida profissional, empresas têm exigido algumas competências ao buscar colaboradores capazes de melhorar o relacionamento interpessoal, incentivar o pensamento crítico e colocar em prática uma visão mais estratégica, harmônica e inovadora.

Promover meios para reduzir ou controlar o stress, melhorar a comunicação, reconhecer medos e angústias, trabalhar a autoestima e, principalmente, exercitar o poder da gratidão criando uma possibilidade para o desenvolvimento da esperança são premissas fundamentais para alcançarmos o sucesso.  Porém, lembre-se: ser grato é diferente de ser agradecido. Mas este é assunto de extrema relevância que trataremos em um próximo texto. Por enquanto, trabalhemos a inteligência emocional, que está em alta, e façamos tudo com entusiasmo e equilíbrio. Até breve!

 

Professora do Instituto Educacional São Camilo: Paula Cardoso
 
Enfermeira Coordenadora/RT – Posto Médico PUC MINAS.
Coordenadora Pós-graduação Aprimorar – Grupo São Camilo.
Docente do Curso de Podologia – Grupo São Camilo.
Nursing Consultant Wound Management – consultório e atendimento domiciliar.
Membro desenvolvedor do Programa de Saúde da pele do trabalhador – Premium Skin Care.
Especialista em Enfermagem do Trabalho. Especialista em Terapia Intensiva.
Especialista em Saúde da Família. 
Enfermeira Técnica – Miller Heiman Blue Sheet – Sales Strategic Selling.

Entendendo suas emoções e melhorando a qualidade de vida

Como estão as suas emoções atualmente? Essa pergunta parece simples e despretensiosa, contudo, ao pararmos para avaliar nossa rotina diária, podemos perceber o quanto atitudes básicas podem e conseguem melhorar a nossa qualidade de vida.

E, como enfermeira há mais de 20 anos, não me refiro apenas à lavagem de mãos, alimentação balanceada ou condições adequadas de higiene pessoal e do ambiente e, sim, a questões relacionadas ao controle dos nossos sentimentos. As emoções conseguem influenciar o sistema imunológico com consequências  no estado físico também. O emocional mais abalado pode diminuir a imunidade e, assim, algumas pessoas tornam-se mais vulneráveis a determinadas doenças.

A mente está ligada, e atuando em conjunto com nosso corpo, durante 24 horas por dia, ininterruptamente. Sim, somos uma máquina perfeita, porém com o componente que apenas seres vivos possuem – emoções. E nem sempre é possível controlar tudo o que ocorre em nossa volta. Trabalho, família, estudos, afazeres domésticos, tantas funções… Todavia, entendendo que a saúde mental regula muitos dos nossos hormônios e o funcionamento do organismo, algumas atitudes simples contribuem bastante para permanecermos cada vez mais em harmonia com o estado imunológico.

Sabemos que as habilidades técnicas são essenciais para o desenvolvimento de tarefas específicas, entretanto, inclusive na vida profissional, empresas têm exigido algumas competências ao buscar colaboradores capazes de melhorar o relacionamento interpessoal, incentivar o pensamento crítico e colocar em prática uma visão mais estratégica, harmônica e inovadora.

Promover meios para reduzir ou controlar o stress, melhorar a comunicação, reconhecer medos e angústias, trabalhar a autoestima e, principalmente, exercitar o poder da gratidão criando uma possibilidade para o desenvolvimento da esperança são premissas fundamentais para alcançarmos o sucesso.  Porém, lembre-se: ser grato é diferente de ser agradecido. Mas este é assunto de extrema relevância que trataremos em um próximo texto. Por enquanto, trabalhemos a inteligência emocional, que está em alta, e façamos tudo com entusiasmo e equilíbrio. Até breve!

Professora do Instituto Educacional São Camilo: Paula Cardoso

 Enfermeira Coordenadora/RT – Posto Médico PUC MINAS.
Coordenadora Pós-graduação Aprimorar – Grupo São Camilo.
Docente do Curso de Podologia – Grupo São Camilo.
Nursing Consultant Wound Management – consultório e atendimento domiciliar.
Membro desenvolvedor do Programa de Saúde da pele do trabalhador – Premium Skin Care.
Especialista em Enfermagem do Trabalho. Especialista em Terapia Intensiva.
Especialista em Saúde da Família. 
Enfermeira Técnica – Miller Heiman Blue Sheet – Sales Strategic Selling.
×

Em que podemos lhe ajudar? 

Dúvidas, sugestões, queremos te ouvir!

 

×